Esperança: a saudação do Papa aos países bálticos na vigília de sua viagem


De 22 a 25 de setembro, o Papa Francisco visitará Lituânia, Letônia e Estônia por ocasião do centenário de independência dos países bálticos.

Cidade do Vaticano

Na vigília de sua viagem aos países bálticos, o Papa Francisco dirigiu uma mensagem aos povos dos três países que visitará de 22 a 25 de setembro: Lituânia, Letônia e Estônia.

“Embora viaje como Pastor da Igreja Católica, gostaria de abraçar todos vocês e oferecer uma mensagem de paz, boa vontade e esperança para o futuro.”

Francisco recorda que sua visita coincide com o centenário de independência das três nações e, portanto, vai “honrar todos aqueles cujos sacrifícios no passado tornaram possíveis as liberdades do presente”.

Liberdade, herança preciosa

A liberdade, recorda o Pontífice, é um tesouro que deve ser constantemente preservado e passado adiante, como “uma herança preciosa”, às novas gerações.

Em tempos obscuros, de violência e perseguição, a chama da liberdade não se apaga, mas “inspira a esperança de um futuro em que a dignidade dada por Deus a cada pessoa seja respeitada”, disse ainda Francisco.

Encorajamento

Hoje, prosseguiu, aquele sentido de solidariedade e serviço ao bem comum é mais necessário do que nunca: “Faço votos de que a minha visita seja uma fonte de encorajamento para todas aquelas pessoas de boa vontade que, inspiradas pelos mais profundos valores espirituais e culturais herdados do passado, estão pacificamente trabalhando para aliviar os sofrimentos dos nossos irmãos e irmãs que se encontram na necessidade e para promover a unidade e a harmonia na sociedade, em todos os níveis”.

O Papa conclui a videomensagem agradecendo a todos os que estão colaborando pelo bom êxito de sua visita, garantindo sua proximidade e oração.



Fonte